Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias

Estação Espacial Internacional
Estação Espacial Internacional

O que é o maior empreendimento já feito entre países, que recebe o primeiro astronauta brasileiro em março de 2006

Guilherme Massa


No dia 30 de março de 2006, o Brasil vai fazer sua viagem de estréia à Estação Espacial Internacional, através do tenente-coronel Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro.

Em 1997, o Brasil assinou um acordo de cooperação para a construção da estação internacional. Segundo o contrato, o Brasil poderá realizar experimentos científicos no espaço e, em troca, fabricar peças para a estrutura da estação.

Ao todo são 16 países envolvidos com a criação da Estação Espacial Internacional: Alemanha, Bélgica, Brasil, Canadá, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Itália, Japão, Noruega, Rússia, Suécia e Suíça. Este é considerado o maior empreendimento de cooperação entre países na história mundial, com gasto estimado de US$ 100 bilhões.

O primeiro módulo só foi para a órbita terrestre no dia 20 de novembro de 1998. Desde o dia 02 de novembro de 2000, quando houve a primeira missão de povoamento da estação, sempre ficaram ao menos dois astronauta a bordo. A conclusão da estação é esperada para 2010, contrariando a previsão inicial, entre 2004 e 2005. A missão inaugural do Brasil, chamada de Missão Centenário (em homenagem aos 100 anos do vôo de Santos Dumont no 14 Bis), será a décima quinta expedição a alcançar a estação.

Em 2003, a explosão do ônibus espacial Columbia na reentrada da atmosfera terrestre, causou uma paralisação em todos os lançamentos da Nasa, o que retardou ainda mais o planejamento para o término da estação.

Viajando a mais de 27 mil quilômetros por hora, a Estação Espacial Internacional dá uma volta completa na Terra em apenas uma hora e meia. Há capacidade para somente três tripulantes, mas ao final da empreitada este número deve subir para seis astronautas. A tripulação costuma ser trocada a cada 6 meses.

Uma das maiores críticas à criação desta estação espacial recai sobre o principal parceiro do projeto: a Nasa. A agência americana utiliza bilhões de dólares somente no desenvolvimento da estação, o que poderia ser direcionado para outros experimentos mais produtivos, dizem especialistas. Outro ponto muito discutido é a baixa qualidade das experiências que têm sido enviadas para o espaço.

Já os defensores do projeto dizem que todos os estudos realizados na estação têm se mostrado grande importância na economia mundial, graças a descobertas científicas importantes. Além disso, ela pode fornecer dados mais precisos sobre o comportamento do homem no espaço por longos períodos.

+ Voltar para o especial Astronauta Brasileiro

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

iba clube

Grupo Abril


Sobre Abril

Trabalhe Conosco

Anuncie

Classificados

Outros Sites


Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas