Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias

Notícias

Duelo: Escola pública x Escola particular
A discussão é antiga, e o cenário da educação no Brasil também. Hoje, referência de bom ensino são escolas particulares, já que caras mensalidades permitem investimentos. O Governo tenta elevar a qualidade da educação pública e atingir o nível de décadas atrás. Veja quem vence o duelo.

Daniel Ottaiano

Duelo: Escola pública x Escola particular
No ensino público, o material deve ser gratuito, o que esbarra no orçamento destinado pelo governo. Isso pode limitar a qualidade dos livros. Por outro lado, atualmente, a confecção de livros escolares demanda grande infraestrutura e um conselho de profissionais que selecionam o conteúdo e didática, elevando a qualidade do material.
MATERIAL DIDÁTICO


Empatou Empatou



Os livros são selecionados pelo professor que ensinará a matéria, independentemente do custo. Isso faz com que o material seja de melhor qualidade, além de se adaptar à didática de cada educador.
O piso salarial para profissionais da educação pública no país é de R$ 950. É antigo o debate do baixo salário para educadores. Mas de acordo com o Pnad 2006, professores da rede pública ganham, em média, mais do que da rede particular. Melhores salários atraem melhores profissionais. Apesar disso, há mais docentes com nível superior no ensino privado, de acordo com pesquisa do Inep.
PROFESSORES



Perdeu Ganhou




Apesar de receberem salários ligeiramente inferiores, em média, da primeira à oitava série nas escolas, profissionais com curso superior costumam buscar escolas particulares. Educadores mais bem preparados têm relação direta com a qualidade de ensino.
A escola é gratuita, o material escolar é gratuito, e inclusive os uniformes. Não há dúvida de que esse é um aspecto em que a escola pública supera a privada.
CUSTOS


Ganhou Perdeu



As mensalidades a cada ano ficam mais caras. Em 2010, os valores subiram, em média, 7%. Além do gasto mensal, que pode facilmente ultrapassar R$ 1 mil, ainda há gastos com material escolar, uniforme, alimentação e transporte.
Casos de violência em escolas públicas do Brasil são mais comuns que em escolas particulares. O ensino público depende da segurança pública, enquanto o particular pode investir em seguranças, câmeras de vigilância, portões automáticos e outros materiais que garantem um ambiente mais seguro.
SEGURANÇA


Perdeu Ganhou



Os altos custos da educação particular têm seus benefícios. Entre eles, o investimento em segurança. Câmeras de vigilância, portões automáticos, seguranças particulares são itens que deixam o ambiente escolar mais seguro.
Em 2003, apenas 22,88% das escolas públicas possuíam bibliotecas. Outros exemplos negativos não faltam: quadras esportivas (21,19%); laboratório de ciências (5,37%); laboratório de informática (8,63%).
INFRAESTRUTURA


Perdeu Ganhou



Os altos valores das mensalidades ainda permitem o investimento em bibliotecas, laboratórios, computadores, quadras poliesportivas e manutenção do material. Assim, em escolas particulares, o aluno não convive com carteiras e quadro-negro quebrados e outros problemas.
Resultado
O caminho que o Governo deve traçar para elevar a qualidade do ensino público é longo. É preciso investir em segurança, infraestrutura e qualidade dos profissionais para que as escolas públicas voltem a ser referência no país.
2 x 4
O dinheiro investido pelos pais faz a diferença. Com o alto custo, a educação e o ambiente são superiores às da escola pública. Um ambiente mais favorável permite que o aluno se prepare melhor para o futuro. Vitória das escolas particulares.

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

Grupo Abril


Sobre Abril

Trabalhe Conosco

Anuncie

Classificados

Outros Sites


iba

Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas