Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
01/09/2010 - 17:19 (atualizada em 01/09/2010 17:38)

Policiais se divertem com sexo lésbico na cadeia e podem perder emprego

No Canadá, duas presidiárias iniciam atividades sexuais atrás das grades e são filmadas por câmeras de segurança do local; policias não perdem um detalhe

Da Redação
Policial não conseguia tirar os olhos do monitor de segurança - Getty Images
Policial não conseguia tirar os olhos do monitor de segurança

Quatro policiais da guarda montada real do Canadá podem perder seus empregos depois de se deliciarem com cenas de sexo protagonizadas por duas presidiárias em suas celas.

No dia 18 de agosto as duas carcerárias foram colocadas na mesma cela e logo se deram bem. Em pouco tempo as duas começaram a ter relações sexuais.

Animados, os oficiais se juntaram com outros três funcionários e assistiram a tudo através de um monitor conectado com as câmeras de segurança do presídio.

O departamento de polícia já iniciou uma investigação. “Quando o assunto ganhou nossa atenção, não pudemos nos fingir de cegos. Não podemos jogar este tipo de coisa para baixo do tapete”, explicou o inspetor Yves Lacasse em entrevista para o “Herald Sun”.

O Sargento Garry Kerr concordou com o inspetor e ainda acrescentou que era obrigação deles impedir qualquer tipo de atividade sexual entre prisioneiras: “se um guarda vê que estão tendo comportamento inapropriado, obviamente eles teriam a obrigação de fazer algo”.

A investigação que decidirá o futuro dos guardas segue em curso.

    COMPRE E BAIXE O MELHOR DO CONTEÚDO DIGITAL

      PRODUTOS DA EDITORA ABRIL SEM SAIR DE CASA

        Vá além de "apagar incêndios"

        Assista a mais vídeos de "Exame"

        Tartaruga de duas cabeças

        Confira outros vídeos de "Info"