Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
Mulher
18/03/2009 - 11:57 (atualizada em 18/03/2009 12:15)

Seis meninas contam que estratégia usaram para transformar o rolo em namoro

As táticas são arriscadas, mas em muitos casos podem ajudar a definir um rumo para o relacionamento

Da Redação
Tamanho do textoA+A-
Se faça presente, mas sem sufocar o gato
Se faça presente, mas sem sufocar o gato

Você com certeza já passou ou está agora mesmo passando por isso. O cara é legal, beija bem, vocês se divertem quando ficam, mas não dá pra saber para que lado está indo essa relação. Se a indefinição já está te matando, é hora de tomar uma atitude.

CAPRICHO encontrou seis meninas que souberam o que fazer e se deram bem. Conheça as estratégias:

1. Agir como ficante, não como namorada

Ana Júlia Agostinho, 18 anos
“Eu ficava com um garoto há um mês e não aguentava mais a situação. Pedi ajuda para o meu pai e ele disse que o melhor a fazer era eu ter a atitude de ficante, não de namorada. Por sorte, pude colocar o plano em prática em uma festa. Cheguei ao lugar e fui dançar sem avisar o garoto. Quando ele se aproximava, eu conversava com minhas amigas sem dar muita bola para ele. O máximo que eu fazia era abraçá-lo, dar um beijinho. Logo ia fofocar com as meninas. Não demorou para perceber que ele tinha ficado chateado.

Não tenho dúvida de que essa estratégia funcionou. Dois dias depois, ele veio conversar comigo e disse que estava se sentindo em segundo plano. Foi a deixa para eu dizer que, como ficante, ele não tinha o direito de me cobrar nada. Ele me abraçou e pediu para namorar comigo. Em menos de uma semana, eu consegui o que sempre quis!”

2. Mostrar o quanto você é boa amiga

Raquel Carolina, 17 anos
“Eu tinha um rolo de três anos e só consegui fazê-lo virar namoro porque tive muito sangue frio. Durante o tempo em que estávamos ficando, aconteceu de ele beijar outras meninas. Como eu estava apaixonada por ele, aceitei a situação. E, para não perder o contato com o cara, dava uma de amiga: ouvia ele falar das garotas que beijava e ainda dava uns toques para ajudá-lo. Era difícil, mas eu queria que ele entendesse que acima de tudo eu desejava o bem dele.

Sempre deixei claro o que eu sentia e nunca escondi o verdadeiro motivo da minha amizade. Com o tempo, ele percebeu que os meus sentimentos eram de fato sinceros e me pediu em namoro. Claro que aceitei, mas fiz questão de mostrar que eu não era uma garota grudenta, mas sim a amiga/namorada mais legal que ele poderia encontrar. Deu certo e estamos juntos até hoje!”

3. Ser sincera e falar o que sente

Julia Rodrigues, 18 anos
“Ficava com um garoto há quase dois meses. Eu estava apaixonada e me sentia triste vendo todas as minhas amigas namorando e eu sempre enrolada. O tempo foi passando e chegou um momento em que eu não aguentava mais. Fiquei vários dias pensando no que fazer e pedi ajuda para minha mãe. Juntas, chegamos à conclusão de que eu deveria dizer o que sentia.

Apesar do medo de levar um fora, enfrentei a situação. Nos encontramos e eu perguntei se estávamos namorando ou ficando. Sem pensar, ele respondeu que estávamos fazendo o que eu quisesse. Respondi: ‘Então estamos namorando’. Nunca mais sofri calada. Se eu queria alguma coisa, falava na hora. Foi assim com a nossa aliança: eu comprei de presente para ele. Dias depois, ele confessou que adorou as minhas iniciativas.”

4. Ficar com outro na frente dele

Bárbara Vieira, 17 anos
“O menino com quem eu ficava há mais de três meses nem dava bola para mim. Eu me sentia supermal e resolvi tomar uma atitude drástica. Decidi que ia beijar um cara muito amigo do meu ficante quando ele estivesse por perto. Dias depois, achei a situação perfeita para colocar meu plano em prática: uma festa onde toda a galera estaria presente. Fiz questão de beijar o menino quando o meu rolo estava olhando.

No dia seguinte, ele veio atrás de mim e, claro, acabamos ficando. Aproveitei o momento para ter uma conversa bem séria. O garoto contou que ficou muito mal quando me viu com outro e decidimos que o melhor para nós dois seria assumir o namoro. Apesar da atitude ousada, não me arrependo nem um pouco do que fiz.”

5. Fazer o cara precisar muito de você

Danielle Mendes, 19 anos
“Eu ficava com um cara há nove meses e não tínhamos nenhum compromisso sério. Isso me fazia muito mal. Cada vez que ficávamos, eu me apegava mais a ele. Sempre fui o ombro direito do menino: dava conselhos, ouvia os dramas que ele vivia e, já que sempre fui boa aluna, ajudava o garoto a estudar. É claro que ele foi se acostumando cada vez mais com a minha presença. Quando percebi que o garoto estava bem apegado, dei um gelo nele.

O resultado foi instantâneo: ele passou a me procurar cada vez mais. Resolvi que só ia voltar a ser como eu era antes caso ele assumisse nossa relação. Foi difícil, mas eu consegui! Nunca vou me esquecer do dia em que ele implorou para ter a velha Danielle de volta, pois não conseguia mais estudar sem mim. A sensação de realização foi ótima!”

6. Não pressionar e deixar o menino agir

Vivian Asano, 17 anos
“Estava enrolada com um cara há dois meses e a indefinição da relação foi me deixando louca. Entrava no orkut dele todo dia para fiscalizar scraps e testimonials. Mas percebi que aquilo estava me fazendo mal e resolvi parar com o desespero. Comecei a fazer as coisas sem esperar nada em troca. Colocava fotos nossas na janela do MSN e não ficava chateada caso ele não colocasse.

Levava a relação numa boa. Não fiz pressão para ele me pedir em namoro, não ligava toda hora e nem dava ataques de ciuminho. O tempo foi passando e um amigo perguntou se estávamos namorando. Sem pensar, ele respondeu que sim. Fiquei muito contente! Eu consegui o que queria sem mostrar que estava desesperada! O melhor foi ouvir do garoto que o fato de eu ter agido assim foi fundamental na hora de decidir assumir a relação.”

Veja também

Teste: seu namoro está quente ou frio? Decoração do quarto pode ajudar a conseguir namorado Solteira e sem filhos tem remuneração maior, aponta pesquisa Dois travesseiros que ajudam a revolucionar a vida de solteira Casal se beija por mais de dois minutos debaixo d'água e ganha campeonato Brasileiros lideram uso de sites de relacionamento Cinco ideias subversivas para aplicar no seu relacionamento amoroso Frases que podem ser perigosas na vida a dois

Mais populares

Ofertas

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

Grupo Abril


Sobre Abril

Fale Conosco

Trabalhe Conosco

Anuncie

Licensing

Classificados

Outros Sites


Loja Abril

iba

Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas