Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
Mulher
30/01/2009 - 14:14

Quatro tipos de tratamentos para seu piso de madeira

Sinteco, Bona, ebanização, clareamento, tingimento: entenda como é feito cada um dos tratamentos para pisos de madeira e escolha aquele que vai deixar o seu revestimento mais bonito

Da Redação
Tamanho do textoA+A-
Cada piso merece um tratamento diferenciado
Cada piso merece um tratamento diferenciado

Tingimento e ebanização
O tingimento é um processo que altera a cor do piso de madeira por meio da aplicação de corantes à base de água. Para iniciar o processo é necessário nivelar o piso, desgastando-o com a lixadeira. Depois as frestas de madeira devem ser calafetadas com pó de madeira e cola. Após um dia de espera, um novo lixamento é realizado. O corante é misturado com verniz de poliuretano, também à base de água, e aplicado na madeira. A aplicação é feita de forma homogênea com uma espécie de feltro importado. Após quatro horas, passa-se a lixa d´água. Em seguida, são aplicadas mais três demãos, com intervalo de oito horas entre elas. A finalização é feita com três demãos de uma resina do tipo Bona ou Sinteko.

Clareamento
O clareamento da madeira envolve o uso de uma solução a base de água e de outros produtos químicos como água oxigenada, amoníaco ou soda cáustica. Essa solução vai clareando o piso até que seja atingido o tom desejado.Para iniciar o clareamento, é necessária uma raspagem que retira resinas e vernizes e calafetação antiga. O produto aplicado penetra na madeira e clareia a cor das fibras, deixando-as arrepiadas. Por isso, é necessário aplicar um reagente neutralizador e lixar o piso mais uma vez. Para finalizar, coloca-se uma demão de seladora e três de resina do tipo Bona ou Sinteco. Entre a clareação e o acabamento, deve-se esperar um prazo de aproximadamente quatro dias, para que haja boa aderência e não se formem bolhas. O clareamento é um processo seguro e não compromete a resistência mecânica da madeira quando realizado de maneira correta.

Impermeabilização
Uma resina de verniz impede a entrada da água entre as fibras da madeira – esse processo é recomendado para locais que estarãoi expostos à água - como deques de piscina, por exemplo, ou piso de madeira colocado em banheiro (embora pareça estranho, pisos de madeira no banheiro são cada vez mais comuns). As resinas podem ser à base de água, como o Bona, ou à base de solvente, como os poliuretanos de alto brilho. Para fazer a impermeabilização, primeiro o piso é raspado e tem seus vãos calafetados. Em seguida a resina é aplicada em três demãos, com intervalo de 8 horas entre cada uma (com lixamento após cada aplicação).

Sinteco e Bona
Os dois produtos, de fabricantes diferentes, normalmente são utilizados após lixamento e calafetação do piso. Eles trazem de volta a cor da madeira ou o brilho, dependendo do tipo de acabamento que você procura. Sinteco é uma resina à base de uréia e formol. Não funciona como impermeabilizante, apenas dá brilho à madeira. Ele pode ser encontrado nos acabamentos fosco semi-fosco e brilhante. Sua aplicação acontece em duas demãos, com intervalo de um dia entre elas. Como a resina tem cheiro forte do amoníaco e do formol, você não pode ficar em casa durante a aplicação – o ideal é que a casa fique vazia por 72 horas.

Saiba quanto custa cada um desses processos, por metro quadrado, no site CASA.COM.BR.

Ofertas

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

iba clube

Grupo Abril


Sobre Abril

Trabalhe Conosco

Anuncie

Classificados

Outros Sites


Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas