Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
Mulher
22/07/2009 - 19:43 (atualizada em 22/07/2009 20:16)

Em busca de um vibrador para minha namorada

Acompanhe a visita a quatro sex shops e descubra tudo o que o mercado oferece em brinquedinhos eróticos

Isabela Gaia
Tamanho do textoA+A-
Vibradores disfarçados fazem sucesso
Vibradores disfarçados fazem sucesso

Não vamos entrar em detalhes, mas o fato é que em uma conversa com minha namorada descobri que ela gostaria de incluir um brinquedinho erótico na nossa relação. Eu nunca tinha cogitado isso, mas não me pareceu nada absurdo e resolvi investigar o que havia no mercado. 

Tracei um roteiro de quatro sex shops em São Paulo, amarrei a vergonha no pé da cama – nunca tinha ido a uma boutique dessas antes – e parti. Saí da aventura satisfeita com um vibradorzinho e mais satisfeita ainda ficou minha namorada. Agora conto o que encontrei por lá para que escolha o que mais tem a ver com você.

Blog do Kama Sutra Especial
Especial Sexo

Angel Sex Shop
R. Henrique Schaumann, 638, Pinheiros
Tel.: (11) 3063-2551
Uma escadinha estreita me leva a uma porta de vidro, onde um aviso pede que eu bata e espere ser atendida. Ah, meu deus, não estou pronta pra rituais, achei que era só entrar, como em uma loja normal. Pode entrar! Ah, ok, é uma loja normal.

Há uma parede inteira dedicada a capas penianas, próteses e vibradores de diferentes formas e materiais. O preço das capas varia de R$ 50 a 120. As próteses em gel também estão nessa faixa de preços, e aquelas que incluem vibrador custam a partir de R$ 120.

Pergunto à vendedora quais são os que mais saem – sim, a clássica pergunta também vale para pênis de plástico. Em geral, os vibradores em cyber skin fazem sucesso, porque o material se assemelha muito à pele humana e dá uma sensação realística.

Mas os campeões de venda são o "Butterfly" e o "Rabbit". O primeiro, um estimulador de clitóris com cintas. O segundo, uma loucura. Sério, acho que, se esse bichinho conseguisse te carregar nos ombros nos shows, vocês (heteros) abandonavam os homens de vez.

Uma novidade é o "The Wave Catch It", especialmente feito para estimular o ponto G e o clitóris. Se o estimulador de clitóris for dispensável para você (jura?), o "Slender G" sai mais em conta: R$ 180.

Para as lésbicas, há alguns brinquedinhos específicos, como as cintas com prótese.Elas custam entre R$ 250 a R$ 300. A extensão do nome do "Unique Vertical Double Dong" faz jus ao vibrador. Por R$ 280, ele possibilita a penetração em duas mulheres.

Love Stud Sex Shop
Av Brigadeiro Faria Lima, 2128 / lj 8, Pinheiros
Tel.: (11) 3813-4465
A loja é pequena e anexada ao que parece ser uma residência – vi um senhor dormindo em uma poltrona, deu um pouco de vergonha. A oferta de vibradores e próteses é bem menor, mas há dois produtos curiosíssimos que não vi em nenhuma outra loja. O "Hot Cock" é uma prótese que vai ao micro-ondas! Custa em torno de R$ 400 e, segundo a vendedora, não há muita procura.

O "Pleasure Periscope" é uma espécie de prótese-periscópio. Tem uma aparência nada atraente e serve para atender a uma tara que me parece atípica: olha a vagina por dentro. Ou, como explicou a vendedora, "pra quem gosta de brincar de médico". É, ela sabe vender, mas não adianta: o produto é um fracasso. Tanto que ela só tem a caixa. Por R$ 400, melhor acompanhar a moça em um ultrassom transvaginal.

Nesta loja já começo a vislumbrar o que estou de fato procurando. Quero um vibrador, mas sem o formato de um pênis. "Moça, você compreende? A última coisa que uma lésbica quer na cama é um pênis". Ela compreende e me mostra os formatos menos realistas, que custam, aqui, entre R$ 200 e 320.

Constantine
Rua Gaivota, 1311, Moema
Tel.: (11) 5042-2760
Uma campainha anuncia que alguém entrou na loja. Ai, gente, precisa disso? Nenhum pênis à vista – mesmo: a loja é exclusiva para mulheres. Além disso, os brinquedinhos mais picantes ficam em uma sala separada. Na frente há só géis e lingeries. Sou bem atendida – a melhor loja até agora. Com calma, a moça me explica tudo o que oferecem.

O primeiro vibrador que me chama a atenção é o "Rocks-off", que imita o formato de uma língua pontudinha, parece bem divertido. Mas o que mais sai nesta loja é o "Frisky Finger". Também faz sucesso o "Emma’s Passion Garden".

Outros dois interessantes são a esponja "Pulsabath" e o "Dual Mini Ball", o último é composto por duas cápsulas vibratórias à prova d’água e um controle remoto, por R$ 129. "Tem gente que gosta da ideia de dominação do controle remoto", ressalta a vendedora.

A vendedora simpática também me esclarece que não existe uma "evolução" em termos dos materiais de que são feitos os brinquedos. Eu pensava que o cyber skin era o melhor, depois vinha o gel, depois o silicone e por último o acrílico. Mas ela apontou a praticidade de limpar e secar o acrílico e disse que de fato é o mais higiênico entre todos.

Aliás, o procedimento depois de comprar é o seguinte: lave com sabonete antibactericida e guarde em um lugar sem poeira e em que não bata sol. A camisinha é recomendada para evitar possíveis infecções.

Revelateurs
Rua Gaivota, 1502, Moema
Tel.: (11) 5561 9552
Por fora a Revelateurs nem parece uma boutique erótica. Talvez esta seja a preferida dos consumidores discretos, porque a vendedora me disse que a linha dos "disfarçados" vendem bastante. Trata-se de próteses vibradoras ou estimuladores clitorianos que se camuflam no formato de batom, pincel de blush, caneta – que escreve! –, esmalte, celular e outros. Por outro lado, o "Ultimate Power Bullet" não é nada discreto.

Um bom negócio para casais heterossexuais é o kit que contém um vibrador anal ou vaginal, um anel peniano e um estimulador de clitóris e custa R$ 242. Para apimentar o sexo oral, o "Tongue Teaser" é o mais indicado. E um que achei bem curioso funciona por meio do infravermelho emitido pelo telefone celular. Ou seja, se alguém te liga, você torce pra não ser sua mãe e aproveita!

Depois de tantas opções, estou meio zonza. Faço um cálculo rápido que inclui o saldo da minha conta corrente, uma estimativa da reação de minha namorada e o meu nível de pudor, e concluo: quero um dildo clássico. Por R$ 100, fico com o "Teaser", da Constantine.

– Só não gostei da cor, rosa bebê. É meio broxante, né?
– Ai, menina, esquece a cor!

Leia mais notícias de Amor e Sexo
Leia mais sobre vibradores

Veja também

Designer italiano transforma brinquedos sexuais em objetos de decoração Dicas para usar melhor os três brinquedinhos sexuais preferidos das brasileiras Guia do orgasmo ensina truques Dicas para fazer a manutenção do namoro Sete desejos que toda mulher gostaria que o gato soubesse Crise faz despencar vendas de produtos eróticos na França 14ª Erótika Fair traz novidades em brinquedos eróticos Feira erótica movimenta a Alemanha

Mais populares

Ofertas

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

iba clube

Grupo Abril


Sobre Abril

Trabalhe Conosco

Anuncie

Classificados

Outros Sites


Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas