Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
Saúde
04/12/2008 - 10:05 (atualizada em 04/12/2008 10:22)

Hábitos simples como beber muita água ajudam a evitar a infecção urinária

Uma em cada quatro mulheres tem pelo menos um episódio de cistite durante a vida, principalmente após uma relação sexual

Da Redação
Tamanho do textoA+A-
Infecção deve ser tratada para não chegar aos rins
Infecção deve ser tratada para não chegar aos rins

Sentir vontade constante de fazer xixi, mas na hora sentir muita dor e só urinar um pouquinho são sintomas claros de uma infecção urinária. Se isso já aconteceu com você, principalmente se foi depois de uma noite de sexo, é bem provável que integre essas estatísticas: uma em cada quatro mulheres terá pelo menos um episódio de cistite durante a vida.

Em 90% dos casos, a infecção é causada por bactérias. A mais comum, presente em quase 75% dos casos, é provocada pela Escherichia coli, freqüentadora da flora intestinal e muito importante para a digestão, explica a reportagem da GLOSS.

Mas, quando cai no aparelho urinário, a bactéria pode causar infecção. Ela costuma ficar na região do ânus e migrar para a vagina durante o sexo ou mesmo em caso de descuido com a higiene. “Muitas mulheres contaminam a vagina depois de evacuar. Tem de fazer a limpeza da frente para trás – e não o contrário”, explica o urologista Sidney Glina, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Nesse ponto, a anatomia feminina fica em desvantagem em relação a dos homens. O canal que leva a urina da bexiga até a vagina (a uretra) é mais curto; ou seja, mais propício à entrada de bactérias, fungos e outros microorganismos indesejáveis, além de estar mais próximo do ânus.

Mulheres com vida sexual ativa, claro, têm mais chance de pegar a infecção. Mas existe também um monte de outros fatores que podem facilitar uma infecção ou inflamação no aparelho urinário: alterações hormonais, período pós-parto ou até deficiências nos níveis de estrógeno, o hormônio sexual feminino.

Mulheres que têm a flora vaginal alterada, com corrimento, ou passaram por cirurgias para tratamento de incontinência urinária ficam mais propensas à bactéria. Existe também a cistite intersticial, sem causa definida. Essa é bem mais rara e não tem cura.

Métodos para prevenir a cistite
- Beba água: quanto mais líquido você ingerir, mais terá vontade de fazer xixi, diminuindo o tempo de exposição do corpo às bactérias. Dois litros por dia é o ideal.

- Urine a cada três horas: depois desse período, aumentam as chances de proliferação da bactéria. A dica vale especialmente nas 24 horas após o sexo – inclusive durante a noite.

- Sempre urine depois de uma relação sexual: se uma bactéria tiver ficado por ali, o xixi tem boas chances de eliminá-la.

- Consuma alimentos que contenham lactobacilos vivos para ajudar o intestino a funcionar bem. E todos os dias.

- Se o seu método anticoncepcional é o diafragma, melhor repensar. O espermicida pode facilitar a entrada das bactérias.

Como curar a cistite
O remédio depende do tipo de bactéria que infectou o trato urinário. Um exame de urina detecta qual o organismo e o médico receita o antibiótico adequado. Simples assim.

Mas, se esse quadro se repetir mais de três vezes em um ano, atenção. Algumas mulheres são mais suscetíveis à bactéria. E, se você é uma delas, deve procurar um urologista – o especialista certo para diagnosticar e orientar as providências. A automedicação ou o antibiótico errado só aumentam a resistência ao germe.

A solução pode ser uma dose prolongada de antibiótico, ou até mesmo uma vacina. Trata-se de um comprimido que se toma por cerca de três meses para melhorar a resposta imunológica – mas, infelizmente, não garante a cura para todas. “Funciona em 45% a 55% das pacientes”, afirma Miriam Dambros, urologista da clínica Célula Mater, em São Paulo.

Entenda no site da GLOSS como funciona a cistite.

 

Ofertas

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

Grupo Abril


Sobre Abril

Fale Conosco

Trabalhe Conosco

Anuncie

Licensing

Classificados

Outros Sites


Loja Abril

iba

Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas