Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
Notícias
12/02/2010 - 16:09 (atualizada em 12/02/2010 16:27)

Carnaval: cuidado para não cair no golpe "boa noite, cinderela"

Crime acontece quando a vítima consome droga que induz ao sono profundo e, em seguida, é roubada ou abusada sexualmente

Da Redação
Tamanho do textoA+A-
São várias as drogas que podem ser usadas no golpe
São várias as drogas que podem ser usadas no golpe

É preciso ter cuidado durante o Carnaval para não se tornar vítima de golpes que utilizam medicamentos, alerta o doutor Anthony Wong, chefe do Ceatox - Centro de Assistência Toxicológica do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Esse tipo de crime é conhecido como “boa noite, cinderela”, e acontece quando a vítima consome alguma droga, muitas vezes misturada em bebidas alcoólicas, que induz ao sono profundo. Essas substâncias químicas podem causar até coma e amnésia, e acabar levando à morte.

Sob o efeito do medicamento, a pessoa perde o controle de suas ações, e acaba sendo roubada ou abusada sexualmente. “Já tratamos pessoas que ficaram desacordadas durante 72 horas, o que traz riscos adicionais, pois nesse longo período a pessoa pode ficar desidratada ou ter hipoglicemia”, assinala Wong.

Wong diz que ficar atento a esse risco inclui “jamais aceitar bebida de qualquer pessoa estranha, nem deixar seu copo fora de vista”, bem como evitar sair sozinho.

Confira alguns dos medicamentos que podem ser utilizados nesse tipo de golpe:

- Flunitrazepam (Rohypnol): fácil de encontrar no mercado, é geralmente misturado a bebidas alcoólicas para disfarçar seu gosto amargo. Em menos de trinta minutos, provoca sonolência, quase coma. Seu efeito é intenso e prolongado, normalmente de 48 horas.

- Clonazepan: outra droga que, além de sonolência, pode provocar parada respiratória. Wong lembra que essa droga já provocou diversas mortes.

- Midazolan: só pode ser comprado mediante apresentação de receita médica especial. Seus efeito duram cerca de duas horas. Além de sono, o Midazolan causa amnésia, de forma que a pessoa não lembra do que aconteceu com ela.

- Zolpidem: tem efeitos semelhantes aos do Midazolan, mas não exige receituário especial. Provoca sono mais leve.

- Ketamina: é um anestésico, às vezes associado à bebida. Causa sonolência profunda e provoca perda do controle. Tem efeito semelhante ao ópio e muitas pessoas tornam-se viciadas, sem atentar para o risco de parada respiratória.

- GHB sintético: droga cujo efeito inclui sono profundo e coma por mais de oito horas. Por conta dessa duração, o GHB sintético tem sido muito utilizado para o estupro. Essa droga pode ser obtida a partir de cola plástica.

- Escopolamina: provoca amnésia e bloqueia a consciência do que está acontecendo, apesar de não fazer a pessoa dormir. Por conta disso, é utilizada para manipular as vítimas.

O lança-perfume, apesar de ser proibido, ainda é muito comum no Carnaval. Wong lembra que aspirar esse produto faz com que o coração fique muito excitável. “Se misturado com outra droga ou estimulante, pode provocar arritmia cardíaca gravíssima, até fulminante”, explica.

Leia mais notícias de Brasil
Leia mais notícias sobre Carnaval

Abril.com no Facebook: tudo sobre Esportes, Diversão, Notícias e Comportamento

Ofertas

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

Grupo Abril


Sobre Abril

Fale Conosco

Trabalhe Conosco

Anuncie

Licensing

Classificados

Outros Sites


iba

Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas