Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias

Diversão

24/09/2008 - 01:02 (atualizada em 24/09/2008 16:42)

Machado de Assis: autor carioca teve infância sem mãe e sem escola

Sua trajetória quando criança não mostrava o futuro brilhante que estava por vir

Anita Martins

Ainda criança, Joaquim Maria Machado de Assis, nascido em 21/6/1839, no Morro do Livramento, no Rio de Janeiro, perdeu a mãe, Maria Leopoldina Machado de Assis, a única irmã e uma espécie de madrinha, a rica dona da casa onde sua família morava como agregada. Com o pai, Francisco José de Assis, pobre, mulato, escravo liberto e pintor de paredes, o menino não teve meios para freqüentar regularmente a escola. “A infância de Machado foi muito pesada. Ele parecia fadado a terminar como operário anônimo, bandido ou até morto”, acredita o escritor e estudioso dessa fase da vida de Machado, Moacyr Scliar.

Um tempo depois da morte da mãe de Machado, o pai casou novamente. A madrasta, Maria Inês, ajudou a cuidar do garoto. Ela cozinhava doces e ele saía para vendê-los. A experiência do pequeno com esse trabalho não é clara. Mas sabe-se que conheceu muita gente em suas voltas. Tanto que teria, inclusive, aprendido francês com a dona de uma padaria. Machado ainda viria a aprender inglês praticamente sozinho e alemão com aulas. “Ele tinha uma inteligência tremenda”, comenta Scliar.

Seu destino começou a mudar quando conheceu o tipógrafo Paula Brito, que lhe deu emprego, conta o curador da exposição do Museu da Língua Portuguesa, “Machado de Assis: mas este capítulo não é sério”, Cacá Machado. Foi no jornal de Brito, “Marmota Fluminense”, que o adolescente de então 15 anos publicou seu primeiro poema, “Ela”, em 1855. A partir daí começa a surgir o Machado de Assis que ganhou fama e prestígio.

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

Grupo Abril


Sobre Abril

Trabalhe Conosco

Anuncie

Classificados

Outros Sites


iba

Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas