Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias

Diversão

08/07/2008 - 11:25 (atualizada em 03/09/2008 23:28)

Vinicius de Moraes começa sua trajetória fora da música

Antes de eclodir a Bossa Nova, Vinicius de Moraes foi batizado na maçonaria, formou-se em direito, virou escritor e crítico, ganhou prêmios de literatura e ingressou na carreira diplomática

Da Redação Bravo!

Quando a atriz Cacilda Becker morreu, em 1969, o poeta Carlos Drummond de Andrade escreveu: ¿Morreram Cacilda Becker¿. Plagiando a genial frase de Drummond, que quis enaltecer a multiplicidade da dama do teatro dos anos 50 e 60, em 19 de outubro de 1913, ¿nasceram¿ Vinicius de Moraes, na rua Lopes Quintas, 114, bairro carioca da Gávea.

Debaixo de chuva forte, Marcus Vinitius da Cruz e Mello Moraes veio ao mundo de madrugada e trouxe na bagagem genética a vocação para a arte, a capacidade de traduzir o intraduzível, a coragem de se jogar na vida e a procuração divina para falar de amor. Os pais, Clodoaldo Pereira da Silva Moraes e Lydia Cruz de Moraes, tinham talento artístico ¿ ela pianista, ele poeta, sobrinho de poeta e neto de historiador.

Os dez primeiros anos de vida de Vinicius foram de mudanças ¿ de casa e de nome. Da Gávea foi para Botafogo, três anos depois, foi morar com os avós paternos, na rua Voluntários da Pátria e, de lá, para a rua da Passagem, no mesmo bairro, onde nasceu o irmão Helius (sim, o pai do poeta era apaixonado por latim). Lygia era a mais velha e Laetitia, a caçula. Mais dois endereços e Vinicius foi batizado na maçonaria, da qual fazia parte o avô paterno. Aos 9 anos, no mesmo ano da Semana da Arte Moderna, em 1922, ele fez o primeiro poema de amor ¿ um soneto dedicado a uma garota cujo apelido era Cacy, que ele reencontrou casualmente anos depois num show ¿ e mudou-se com a família para a Ilha do Governador, onde costumava passar as férias.

Depois da primeira comunhão, Vinicius de Moraes (ele mesmo encurtou o nome) ingressou no Colégio Santo Inácio para cursar o secundário e começou a colocar em prática seu talento para a arte e a diplomacia. Entrou para o coro da igreja e cantava nas missas aos domingos, jogou futebol, atuou em peças infantis e fez muitos amigos. Entre eles, os irmãos Tapajós: Paulo, pianista, e Haroldo, cantor e compositor. Com eles, em 1928, criou as primeiras composições, como o foxtrote Loura ou Morena, gravada em 1932, e o sucesso popular da época Canção da Noite. A alma de poeta começava a se materializar.

Poeta e conservador

A imagem clássica de Vinicius bonachão, descalço, camisa de manga curta aberta até o peito, cabelos compridos, sempre acompanhado do cigarro e do copo de uísque parece ficção perto do Vinicius que se formou em direito e concluiu o Curso de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR), em 1933. A essa altura, ele havia publicado o primeiro livro de versos, Caminho para a Distância, e, mesmo com alma de poeta, tinha se transformado num rapaz conservador. Felizmente com o coração inquieto.

A formação rígida do colégio de padres aproximou Vinicius de intelectuais imperialistas, antiliberais, que muito influenciaram suas escolhas político-literárias da época. Um deles foi Octávio de Faria, ensaísta, romancista e tradutor, autor de Maquiavel e o Brasil (1931), que ocupou a cadeira de número 27 da Academia Brasileira de Letras. O poeta conheceu Octávio no Centro Acadêmico de Estudos Jurídicos e Sociais (Caju), em 1930 ¿ para ingressar lá, Vinicius defendeu tese sobre a vinda de Dom João VI para o Brasil, em 1808.

Foi o romancista que o incentivou a escrever Caminho para a Distância, assim como sugeriu que ele colaborasse com a Ordem, revista do Centro Dom Vital, de orientação católica ortodoxa, fundado pelo advogado sergipano Jackson de Figueiredo. Pela entidade passaram o poeta mineiro Murilo Mendes e a poetisa carioca Cecília Meireles. De lá saíram importantes pensadores cristãos como Alceu Amoroso Lima, o Tristão de Athayde.

Embora convivesse com integralistas, Vinicius fervia em inspiração. Também em 1933 compôs Canção para Alguém, com Haroldo Tapajós, e Dor de uma Saudade, com José Medina. Dois anos mais tarde, publicou o segundo livro de poesias, Forma e Exegese, que ganhou o prêmio de literatura Felipe de Oliveira, disputado com Jorge Amado. Aproximou-se do cinema para fazer censura, como representante do Ministério da Educação e Saúde, de 1936 a 1938, se apaixonou pela sétima arte, escancarando inclusive sua preferência pelo cinema mudo. Anos mais tarde, passou a escrever críticas. Nesse período, se tornou amigo dos poetas Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade e publicou o poema Ariana, a Mulher.

Logo, a vida de Vinicius passaria por uma mudança radical ¿ ele trocou a censura por uma temporada na Inglaterra. Em 1938, ganhou uma bolsa de estudos do Conselho Britânico para estudar literatura inglesa, na Universidade de Oxford. Pouco antes, conheceu a paulistana Beatriz Azevedo de Mello, Tati, a musa inspiradora de Monteiro Lobato para criar Narizinho, por quem o poeta se apaixonou loucamente e com quem se casou por procuração.

Antifascista e diplomata

Vinicius e Tati voltaram para o Brasil assim que começou a II Guerra Mundial, em 1939, e no ano seguinte nasceu sua primeira filha, Susana. Na temporada que passou em São Paulo, ficou amigo do poeta Mário de Andrade, fez crítica de cinema para o jornal A Manhã, colaborou no Suplemento Literário, conheceu Otto Lara Rezende, Paulo Mendes Campos, Fernando Sabino e Hélio Pelegrino numa caravana de escritores a Belo Horizonte, a convite do então prefeito Juscelino Kubitschek.

Em 1942 nasceu Pedro, o segundo filho. Um ano em que Vinicius se despiu do conservadorismo e incorporou idéias de esquerda, depois de uma viagem ao Nordeste com o escritor americano Waldo Frank. O marco dessa mudança política foi o livro Cinco Elegias, publicado no ano seguinte, quando também passou no concurso do Itamaraty. ¿ Esse livro vai escandalizar todo mundo¿, disse Bandeira.

Um ano antes de viajar para Los Angeles, na Califórnia (EUA), como vice-cônsul do Brasil, e lançar o livro Poemas, Sonetos e Baladas, em 1946, Vinicius sofreu um grave acidente de avião no Uruguai. Ele e outros convidados participaram do vôo inaugural de um hidroavião e, ao sobrevoar o pampa uruguaio, houve pane numa hélice. O jornalista Luiz Teixeira morreu ¿ Vinicius escapou ileso.

O poeta e agora diplomata permaneceu em Los Angeles por cerca de quatro anos e nesse período aproveitou para escrever, estudar cinema com Orson Welles e lançar a revista Film, com Alex Viany. Lá, impressionado com a bomba atômica, ele fez o poema que virou música anos depois na voz de Ney Matogrosso, A Rosa de Hiroshima. Pegava carona para visitar no México amigos-irmãos, como o poeta chileno Pablo Neruda e o pintor Di Cavalcanti. Freqüentava o bar Ciro¿s, onde muitas vezes bebia solitário e estremecia na presença da atriz e musa Marlene Dietrich; ficou amigo de Carmen Miranda; dançava com a atriz novata Ava Gardner, nas festas de Hollywood; esbarrava em Ingrid Bergman, nas ruas de Beverly Hills. Em Los Angeles, ele chorou a morte do pai, em 1950, e no mesmo ano voltou ao Brasil e se separou de Tati.

Em 1951, outra paixão fulminante e o segundo casamento, agora com Lila Maria Esquerdo e Bôscoli, irmã de Ronaldo Bôscoli, que tinha 19 anos. Vinicius estava cada vez mais desinteressado pela vida diplomática e cada vez mais envolvido na vida mundana, na música da moda, na poesia popular, no palpável. Escreveu crônicas memoráveis no jornal de Samuel Wainer, Última Hora.

Com Lila, Vinicius teve mais duas filhas: Georgiana e Luciana. No ano em que Georgiana nasceu, 1953, o poeta compôs o primeiro samba com música e letra Quando Tu Passas por Mim e, ainda na carreira diplomática, viajou para Paris para ser segundo secretário da Embaixada. E na Cidade-Luz Vinicius escreveu a peça Orfeu da Conceição, que receberia música, três anos depois, do maestro Tom Jobim, e compôs canções para o maestro Cláudio Santoro. Vinicius de Moraes pegou um atalho na história de sua vida que não tinha mais volta.

 

Assinaturas


Assine

AbrilSAC

Clube do Assinante

Grupo Abril


Sobre Abril

Trabalhe Conosco

Anuncie

Classificados

Outros Sites


iba

Brasil Post

Revistas e Sites

Vitrine de Ofertas