Abril id

SACAssineLoja
Revistas & Sites Apps Ofertas Últimas Notícias
13/07/2010 - 17:57 (atualizada em 13/07/2010 18:05)

Maitê Proença volta a receber pensão de R$ 10 mil do governo de São Paulo

Atriz recebe o benefício desde a adolescência por ser filha solteira de servidores públicos mortos

Da Redação
Maitê Proença perdeu a mãe quando tinha apenas 12 anos de idade - AgNews
Maitê Proença perdeu a mãe quando tinha apenas 12 anos de idade

Maitê Proença vai voltar a receber a pensão de R$ 10 mil reais pela morte dos pais. A Justiça de São Paulo decidiu que a atriz tem direito ao valor, que havia sido suspenso no fim de 2009 por decisão da São Paulo Previdência (SPPrev). O órgão recorreu da decisão ao Tribunal de Justiça.

A atriz recebe pensão de seus pais, o procurador de Justiça Carlos Eduardo Gallo e a professora Margot Proença. A Lei Complementar 180/78 afirma que filhas solteiras de servidores públicos tinham direito a pensão permanente. 

Maitê, de 52 anos, nunca se casou no papel. Porém, a SPPrev entende que, por ter vivido por 12 anos com o empresário Paulo Marinho, com quem tem uma filha, ela teve um relacionamento estável. Equiparando união estável a casamento, a autarquia cancelou o benefício.

A atriz entrou na Justiça pedindo o restabelecimento da pensão através de um Mandado de Segurança. O juiz Marcus Vinicius Kiyoshi Onodera, da 2ª Vara da Fazenda Pública, determinou que Maitê volte a receber o benefício. 

A SPPrev entrou com recurso e, até que o caso seja julgado, não vai comentar o assunto. 

Em 1970, quando Maitê tinha 12 anos, seu pai assassinou sua mãe após desconfiar de uma traição. Em 1989, Carlos Eduardo Gallo descobriu que tinha câncer e se matou. A atriz passou grande parte da adolescência em um internato.

    COMPRE E BAIXE O MELHOR DO CONTEÚDO DIGITAL

      PRODUTOS DA EDITORA ABRIL SEM SAIR DE CASA

        Vá além de "apagar incêndios"

        Assista a mais vídeos de "Exame"

        Tartaruga de duas cabeças

        Confira outros vídeos de "Info"