Arquivo

Textos com Etiquetas ‘ronaldinho’

“Corte” de Adriano deixa Kaká como órfão do quadrado mágico


(Kaká foi quem sobrou do ‘quadrado mágico’ – foto: Reuters)

O “corte” de última hora de Adriano deixou o meia-atacante Kaká como único remanescente do “quadrado mágico” da Copa de 2006. A convocação de Dunga para o Mundial da África do Sul, nesta terça-feira, confirmou a reformulação pretendida assim que ele assumiu o cargo de técnico da seleção brasileira.

Dos demais integrantes do “quadrado mágico”, Adriano ficou fora por causa de seus seguidos problemas pessoais nos últimos meses. Enquanto Ronaldinho Gaúcho foi “cortado” pelo mau desempenho que teve com a camisa da seleção no ano passado, Ronaldo alimentou um pouco de esperança, mas que foi perdida com a má forma física.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

O “quadrado mágico” foi uma das marcas da equipe de Carlos Alberto Parreira na Alemanha, O ex-treinador pretendia montar uma equipe de grande poder ofensivo, mas que não demonstrou o entrosamento necessário para engrenar no Mundial.

E a má forma física de jogadores como Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho foi, na época, considerado um dos motivos pelo fracasso e pelo vexame da seleção. A equipe canarinho foi irregular na primeira fase e acabou eliminada nas quartas-de-final diante da França de Zidane ao perder por 1 a 0.

Só quatro jogadores titulares da Copa do Mundo de 2006 estão na lista de Dunga para o Mundial de 2010, na África do Sul. Os zagueiros Lúcio e Juan, o volante Gilberto Silva e o meia-atacante são os remanescentes da equipe que foi dirigida por Carlos Alberto Parreira.

O grupo brasileiro de 2006 ainda repetiu outros quatro nomes na convocação divulgada nesta terça-feira por Dunga. O goleiro Júlio César e o atacante Robinho eram reservas na época e ganharam vaga de titular. O lateral-esquerdo Gilberto e o zagueiro Luisão devem permanecer como opção no banco de reservas.

Alguns jogadores presentes em 2006 já nem reuniam chance de convocação. São os casos dos goleiros Dida e Rogério Ceni, do lateral Cafu, dos volantes Emerson, Zé Roberto e Mineiro e dos meias Juninho Pernambucano e Ricardinho.

Outros sete nomes teriam condições de serem lembrados e, em algum momento, demonstraram alguma esperança. São eles os laterais Roberto Carlos e Cicinho, o zagueiro Cris, o meia Ronaldinho Gaúcho e os atacantes Adriano, Fred e Ronaldo.

Jornal italiano destaca Ronaldinho, Pato, Diego e Adriano fora

O jornal italiano Gazzetta dello Sport destacou como sua foto principal a exclusão dos brasileiros Ronaldinho, Pato e Diego, todos atualmente na Itália, e de Adriano, hoje no Flamengo, fora da seleção brasileira. Sem grandes críticas, o diário também falou sobre Neymar e Ganso, que também não estão na lista de Dunga. 

Júlio César, Maicon e Lúcio, da Internazionale de Milão, Doni, Juan e Júlio Baptista, da Roma, Thiago Silva, do Milan, e Felipe Melo, da Juventus, são os jogadores que atuam na “Terra da Bota”, que ganharam destaque por parte do jornal. 

Jornal espanhol destaca goleiros Diego Alves e Renan de fora

O jornal Marca, da Espanha, saiu das tradicionais reclamações e lembrou de dois nomes pouco falados aqui no Brasil: Diego Alves, do Almeria, e Renan, do Xeres. Os goleiros não foram convocados por Dunga para defender a seleção brasileira na África do Sul e ganharam destaque na notícia sobre a convocação brasileira.

Outro nome que o jornal destacou foi Diego, da Juventus (ITA). Ronaldinho, do Milan (ITA), também teve seu nome citado. Grafite foi eleito como a grande surpresa para o lugar de Adriano, do Flamengo. 

Nos comentários dos leitores, parte deles comemora. Alguns citam que com essa convocação, o assunto está encerrado: Espanha campeã. 

Dunga convoca seleção brasileira nesta terça

Carlos Caetano Bledorn Verri, mais conhecido como Dunga, terá nesta terça-feira a missão que milhares e milhares de brasileiros queriam fazer ou gostariam de dar o seu palpite: anunciará os 23 que representarão o Brasil na Copa do Mundo da África do Sul a partir do dia 11 de junho e, se tudo der certo, até o dia 11 de julho.

Durante sua trajetória na seleção brasileira, Dunga ganhou tudo o que disputou, menos a simpatia de toda a torcida e imprensa. Isso por que sempre confrontou o pragmatismo que o caracterizou como capitão do tetra em 1994 contra o típico jogo bonito que a nação está acostumada a gostar.
Para Dunga, o importante é o resultado. Não há problemas se todos são contra Gilberto Silva e Felipe Melo. Os volantes fizeram parte de toda a sua campanha. E, como um bom casamento, estiveram ao lado do gaúcho na alegria e na tristeza. Por isso, agora, na lua-de-mel, ele não deixaria de levar seus fieis escudeiros. E esse conceito pode colocar vários jogadores que já tiveram uma boa fase no início da Era Dunga como técnico e não necessariamente vivem um bom momento atualmente.
Adriano, do Flamengo, é um bom exemplo. Assim como Ramires, que era colocado como o grande meio-de-campo quando nasceu do Cruzeiro e agora é um jogador comum no Benfica de Portugal. Elano sempre teve um papel polivalente na seleção de Dunga, nunca esteve bem no Manchester City e pouco aparece hoje, no Galatassaray, mas também deve ter seu nome carimbado.
Júlio César, Maicon e Lúcio, todos da Internazionale de Milão, são unanimidades. Vivem ótimos momentos nos seus clubes e sempre estiveram presentes nas horas em que Dunga precisou. Juan completa a zaga, não vive seu auge na Roma, mas é da família, assim como Júlio Baptista e Doni.
Daniel Alves ganhou recentemente uma característica polivalente que lhe dá chances até de ser titular no meio-campo da seleção. Do outro lado do campo, na lateral-esquerda, há uma grande dúvida: Michel Bastos, Gilberto, André Santos e Filipi Luís são os nomes que podem estar no grupo. Olhando pelo quesito grupo, o jogador do Cruzeiro e o ex-corintiano têm mais chances. Eles estavam no grupo campeão da Copa das Confederações. Michel Bastos, no entanto, teve mais convocações recentes que ambos.
Luís Fabiano é uma certeza; Nilmar também. Robinho, no Santos, tinha boas apresentações mesmo na época em que esteve perto de afundar na Europa. Hoje no Santos o camisa sete tenta trazer na sua bagagem dois companheiros de clube que jogam do lado da torcida, que mostram o lado artístico do futebol pentacampeão.
Neymar e Paulo Henrique Ganso são dois candidatos a “Romário” da vez. Assim como aconteceu com o Baixinho em 2002, os meninos da Vila podem ficar só na vontade do povo. A vontade por parte do povo de ver os garotos na Copa é tanta que até mesmo Ronaldinho Gaúcho ficou à sombra deles. “Escondidinho” no Milan, o jogador que já foi para dois Mundiais pode ver seu sonho da terceira competição parar no álbum de figurinhas.
É nesta terça, às 13h30. Tudo e mais um pouco de emoção para os torcedores que vão acompanhar nome a nome de Dunga.

Ronaldinho Gaúcho se diz pronto para jogar a Copa do Mundo

A convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo da África do Sul será anunciada pelo técnico Dunga na terça-feira e a grande expectativa é a presença ou não do atacante Ronaldinho Gaúcho. Na Itália, o jogador se porta como quem cumpriu a missão: mostrou, nas suas atuações pelo Milan, que está bem fisicamente, focado e totalmente preparado para mais um Mundial.

“O meu recado eu tenho que dar nos jogos, tenho que demonstrar que estou bem dando o meu melhor nas partidas e depois deixar acontecer”, afirmou o jogador à TV Record, tentando não pressionar Dunga por sua convocação. “Já realizei muitos dos meus sonhos e agora vivo um momento maravilhoso, mas não tem nada garantido”, complementou.

Veja a página de esportes do Abril.com

Dunga já indicou que não deve promover surpresas em relação à equipe que encerrou a disputa das Eliminatórias Sul-americanas e que venceu a Copa das Confederações, em 2009. As chances de Ronaldinho, portanto, são baixas: o jogador não é convocado desde abril de 2009, quando participou de confronto com o Peru, pelas Eliminatórias. Após isso, teve uma conversa com o treinador.

“Depois ele falou que não ia me convocar. Ele disse: ‘não vou te trazer para ficar no banco de reservas. Te prepara aí, vai fazendo o que você tem que fazer. Essa foi a última conversa que a gente teve”, contou o craque, que garante ter seguido o conselho: “Deu tempo para me preparar bem. Estou preparado”. (Fonte: Gazeta Press)

Perto da convocação, quem pode surpreender na seleção?

A convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2010 está chegando, e Dunga mantém o discurso de “grupo fechado”. O trabalho realizado por ele nos últimos quatro anos serviu para definir a base que foi utilizada no último amistoso, em março, contra a Irlanda. Mas como elegeu jogadores que vêm sendo questionados, e o futebol brasileiro apresentou a ele novas opções neste ano, o Abril.com listou como estão as brigas finais para ir à Copa. Confira, então, quem pode cair do grupo, os favoritos a ganhar vaga de última hora e os que correm por fora.

ELES PODEM CAIR DA SELEÇÃO

Gilberto (Cruzeiro)
O lateral-esquerdo voltou à lista de Dunga na reta final da preparação para a Copa do Mundo. Mas porque o treinador ainda não se cansou de fazer testes no setor. A vaga de titular está encaminhada para Michel Bastos. Para a reserva, o cruzeirense parece ser o preferido, mas tem a concorrência de Kléber e André Santos. Como nenhum deles ainda convenceu o comandante, é possível até que Dunga leve só um jogador para a posição.

Kleberson (Flamengo)
É um jogador irregular e que ultimamente vive mais em baixa. No primeiro jogo do duelo contra o Corinthians, pela Libertadores, não foi nem relacionado para o banco de reservas. Na segunda partida, porém, entrou no segundo tempo e foi decisivo para a classificação do Flamengo. Tem a seu favor a experiência de já ter disputado uma Copa do Mundo, mas nunca foi uma figura constante nas convocações de Dunga. Para complicá-lo, joga em uma das posições mais fartas da seleção.

Adriano (Flamengo)
O problema dele é exclusivamente fora de campo. Mas que vem interferindo em seu desempenho. Neste ano, vem jogando pouco e já ficou fora de partidas decisivas. Na final da Taça Rio, por exemplo, perdeu um pênalti, selando o título do Botafogo. Tem a seu favor a jogada aérea e o vigor físico que não são encontrados em outros jogadores, mas o fato de viver problemas pessoais pode minar a confiança de Dunga, que está priorizando a disciplina no grupo.

OS FAVORITOS DE ÚLTIMA HORA

Paulo Henrique (Santos)
Roubou de Neymar o maior clamor do país para ser convocado para a seleção. Nas últimas semanas, o que mais se ouviu dele é a seguinte expressão: “joga muita bola”. Tem o estilo que não se encontra no grupo de Dunga pela categoria com a perna canhota e a facilidade de encontrar companheiros livres para fazer gols. Além disso, também já apresentou faro de goleador e dá grande contribuição à marcação em uma equipe que prioriza o jogo ofensivo.

Grafite (Wolfsburg-ALE)
Não está em seu auge. O melhor momento dele aconteceu na temporada 2008-2009, quando foi artilheiro do Campeonato Alemão. Ele já estava esquecido, quando foi convocado para enfrentar a Irlanda e entrou no segundo tempo. Mostrou que pode atuar como centroavante, servindo de pivô para os meio-campistas, e tem a versatilidade necessária para jogar com velocidade pelos lados do campo. Poderia beliscar a vaga de Adriano, que vive problemas pessoais.

Ronaldinho Gaúcho (Milan-ITA)
Depois de um grande clamor em torno de seu nome no início do ano por causa de grandes atuações e gols no Campeonato Italiano, perdeu espaço. Em parte, os culpados por isso são os “Meninos da Vila”. Mesmo assim, ainda briga por vaga por ter condições de atuar no ataque e no meio-campo. Ganhou força com a recente declaração de Pelé, que conversou com Dunga e disse que o jogador do Milan estaria à frente de Neymar na briga por vaga na seleção.

ELES ESTÃO CORRENDO POR FORA

Neymar (Santos)
O futebol apresentado por ele é indiscutível. É o principal goleador do futebol brasileiro, levou o Santos ao título de campeão paulista e já ganhou clamor nacional por sua convocação. Mas tem como aspecto negativo a pouca idade e a inexperiência no futebol internacional. Para complicar, joga em uma posição que parece já preenchida com Robinho e Nilmar. Caso Dunga precise de nova opção de velocidade pelos lados do campo, já demonstrou que o favorito para a vaga é

Diego Tardelli (Atlético-MG)
Está repetindo o bom momento que viveu no ano passado. Na época, foi convocado ao virar o principal goleador do futebol brasileiro, mas não emplacou. Ficou esquecido, mas, agora, voltou a seri o Tardelli de 2009. Foi decisivo na fase final do Campeonato Mineiro e no primeiro jogo contra o Santos nas quartas-de-final da Copa do Brasil. Tem bastante versatilidade, mas peca pelo vigor físico, uma característica essencial para Dunga eleger seu atacante reserva.

Lucas (Liverpool-ING)
Despontou para o futebol como uma das grandes promessas para o meio-de-campo. Na Europa, foi reserva até a temporada passada, pois tinha jogadores como Mascherano e Xabi Alonso como concorrentes. Agora, é titular da equipe inglesa e fez boas atuações neste ano. Não tem a preferência de Dunga, mas pode ser a escolha, se ele não apostar mais no futebol de Kleberson, que vem ocupando a reserva do Flamengo. O problema é que Lucas fracassou nas Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Dunga deixa Ronaldinho à frente de Neymar, diz Pelé


(Neymar x Ronaldinho – fotos: Gazeta Press e Getty Images)

Eleito o melhor jogador do Campeonato Paulista e peça-chave no título conquistado pelo Santos, Neymar ficou para trás na briga por alguma vaga que ainda esteja pendente no grupo da seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo de 2010. E Ronaldinho Gaúcho é quem supera o santista, segundo o ex-jogador Pelé.

Em entrevista ao jornal “Folha de s. Paulo”, o Rei do Futebol falou que escutou do próprio Dunga que Ronaldinho teria mais chance de de ser convocado do que Neymar. E por um motivo simples: a experiência do futebol internacional e de já ter disputado uma Copa do Mundo”.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

“Se eu tiver que convocar alguém, acha que vou levar o Ronaldinho, que já disputou Copa do Mundo, ou o Neymar?”, disse Pelé, reproduzindo uma declaração do técnico da seleção brasileira.

Na entrevista ao jornal, Pelé também fala das justificativas de Dunga e afirma que, se Dunga fosse chamar Neymar, também teria de dar chance a outros jogadores do time santista. “O Wesley está jogando muito”, teria exemplificado Dunga a Pelé.

Neymar, porém, não é o único clamor nacional para integrar a seleção brasileira. O meia Paulo Henrique, que foi o principal jogador no último jogo do Paulistão (derrota por 3 a 2 para o Santo André), também já foi bastante pedido para Dunga levar para a seleção.

Dunga, por enquanto, ainda não falou se há chances de os santistas serem convocados. O técnico da seleção só declarou que o grupo está praticamente fechado e que a convocação do próximo dia 11 de maio não apresentará surpresas.

Ronaldinho diz ‘ter certeza’ que irá à Copa do Mundo

20, abril, 2010 3 comentários

Foto: Getty Images

Antes descrente de sua convocação à Copa do Mundo da África do Sul, o meia Ronaldinho Gaúcho, do Milan, mudou totalmente seu discurso nesta terça-feira. Há um ano fora das convocações da seleção brasileira, o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005 afirmou ter a ‘certeza’ de que estará na lista final do técnico Dunga, que será divulgada no próximo dia 11 de maio, e sentenciou que ‘faria falta’ à competição mundial.

“Nesse último período, tive alguns problemas na seleção brasileira e fiquei de fora, mas me parece impossível um Mundial sem Ronaldinho em campo. Aliás, se penso no risco de não participar, fico mal. Por isso digo que honrarei o meu país e, junto com a minha seleção, vencerei”, garantiu o meia do Milan, em entrevista concedida à revista italiana Chi.

Veja a página de esportes do Abril.com
Siga o Twitter de esportes do Abril.com

Unanimidade na seleção brasileira há quatro anos, na Copa da Alemanha, Ronaldinho perdeu prestígio e caiu de rendimento após o fracasso da equipe nacional, que acabou eliminada precocemente nas quartas de final pela França, por 1 a 0. Mas, depois de praticamente três temporadas apagado, inclusive no seu início no Milan, o jogador retomou o bom futebol e tornou-se protagonista na experiente equipe italiana.

Símbolo da recuperação rossonera no Campeonato Italiano, Ronaldinho apareceu novamente como um ‘fantasma’ para Dunga, já que o treinador praticamente havia fechado seu grupo de 23 jogadores para o Mundial, principalmente após a conquista da Copa das Confederações, na própria África do Sul, em 2009.

E agora, como um dos destaques do Milan na temporada, o brasileiro retribuiu parte de seu reencontro com o alto nível ao primeiro-ministro italiano e proprietário da equipe, Sílvio Berlusconi. “Ele é um grande entendedor de futebol. Seus conselhos sempre são úteis, e recebi muitos neste tempo. Espero ter retribuído sua confiança, tanto dentro como fora do campo.” (Gazeta Press)

Para Zico, Ronaldinho não merece seleção, mas Neymar sim

O técnico Dunga será pressionado por todos os lados nos últimos meses antes da convocação final para a Copa do Mundo de 2010. Nesta terça-feira, foi a vez do ex-jogador Zico palpitar na lista dos jogadores da seleção brasileira. Para o Galinho, Ronaldinho Gaúcho (do Milan) não merece uma vaga entre os 23, enquanto o jovem Neymar (do Santos) deve ser chamado.

“Você não pode abrir mão de um jogador que foi duas vezes o melhor do mundo. Mas o que todos esperam é que ele continue assim. Na Seleção não quero ver o Ronaldinho limitado. E ele se conformou nos últimos anos em jogar assim. Se estivesse em forma poderia ter amenizado os problemas que o Milan tem”, alfinetou o ex-camisa 10 da seleção brasileira em sabatina para o jornal Folha de S. Paulo.

Veja a página de esportes do Abril.com

Se por um lado o meia-atacante de 30 anos do Milan não vive um grande momento, o emergente Neymar (de apenas 18 anos) é um atleta que chama atenção de Zico. Isto porque o atacante do Santos vem realizando um grande Campeonato Paulista (onde já marcou dez gols) e é uma das grandes apostas para o futuro da seleção.

“Infelizmente, o Neymar não tinha aparecido quando o Dunga deu chances para praticamente todo mundo. Eu levaria. E não tem essa de levar só para adquirir experiência. Se o cara é bom tem que ir, independentemente da idade”, elogiou o ídolo do Flamengo e ex-treinador de CSKA e Olympiacos. (Fonte: Gazeta Press)

Luxemburgo diz que levaria Neymar e Ronaldinho para a Copa

13, abril, 2010 1 comentário


(Ronaldinho – Foto: Getty Images)

O técnico do Atlético-MG, Vanderlei Luxemburgo, afirmou nesta segunda-feira que convocaria para a Copa do Mundo o atacante Neymar, do Santos, e o meia-atacante Ronaldinho, do Milan da Itália, se fosse o treinador da seleção brasileira, cargo atualmente ocupado por Dunga.

“Num grupo de 23 jogadores, você precisa ter 16, 17 jogadores que você sabe que vai ter que usar. O Neymar pode muito bem completar esse time, porque é um jogador como Ronaldo, como Pelé: precoce. Mas não vejo ele preparado para substituir um jogador num jogo final”, justificou Luxemburgo ao SporTV ao falar sobre a promessa santista.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

Luxemburgo, que convocaria Ronaldinho, afirmou que o jogador do Milan quando está em forma equipara-se ao argentino Lionel Messi, apontado como melhor jogador do mundo da atualidade. De acordo com o treinador, os dois são os únicos jogadores que impõem respeito a seus adversários.

“No mundo do futebol há dois jogadores que os adversários respeitam, Ronaldinho e Messi. Não vão em cima dele por respeito. O mundo já não respeita o Robinho, o Kaká com essa dificuldade também não consegue. O Brasil precisa de um jogador que seja respeitado”, complementou o treinador do Atlético-MG.

Quem também estaria na lista da Copa do Mundo montada por Vanderlei Luxemburgo é o meia Alex, do Fenerbahce, da Turquia. “Levaria o Neymar, mas o Ganso não, levaria um meia esquerda com as características do Ganso que é o Alex”, encerrou. (Fonte: Gazeta Press)