Arquivo

Textos com Etiquetas ‘ronaldinho ga’

“Interesse tem que ser em três anos e meio e não nos últimos vinte dias”, diz Dunga


(Dunga – Foto: AP)

Dunga acredita que o trabalho desenvolvido por ele à frente da seleção brasileira fez com que jogadores experientes voltassem a reivindicar vaga na seleção brasileira. O treinador não citou nomes na entrevista coletiva, nesta terça-feira, mas falou sobre o assunto.

“A seleção voltou a ter interesse, mas esse interesse tem que ser em três anos e meio e não nos últimos vinte dias”.

Entre os jogadores que pediram vaga no Mundial da África do Sul estão Roberto Carlos, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho, que fizeram parte da seleção brasileira na Copa de 2006, na Alemanha, e que foram alguns dos focos de críticas após a vexatória eliminação diante da França.

Roberto Carlos, que havia desistido de defender a seleção brasileira após a Copa do Mundo de 2006, voltou a pedir um lugar na equipe comandada por Dunga após retornar ao Brasil e ter boas atuações pelo Corinthians.

Ronaldinho passou a maior parte dos últimos quatro anos em baixa. Mas voltou a brilhar pelo Milan na atual temporada e ganhou os holofotes da mídia. Já Ronaldo ficou na berlinda após os títulos conquistados em 2009, mas está fora de forma física, o que acabou com suas chances de disputar seu quinto Mundial.

O grupo comandado por Carlos Alberto Parreira na época foi novamente criticado pelo atual treinador do Brasil. “O presidente (Ricardo Teixeira) me colocou que eu teria que fazer uma renovação por uma série de fatores que vocês sabem”.

Ronaldo pede a convocação de Neymar, Ganso e Ronaldinho


(Neymar, Ronaldinho Gaúcho e Paulo Henrique Ganso – Foto: Getty Images e Divulgação)

Na véspera da convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo da África do Sul, o atacante Ronaldo defendeu nesta segunda-feira a convocação de Neymar, Paulo Henrique Ganso e Ronaldinho Gaúcho por parte do técnico Dunga. O Fenômeno, já descartado da lista, afirmou que o Brasil cresceria muito com a qualidade desses jogadores na competição.

Ronaldo destacou que a convocação de Neymar manteria um histórico vencedor da seleção. “O Pelé defendeu o Brasil com 17 anos [no Mundial de 1958]. Depois fui eu, também com 17 [na Copa de 1994]. A convocação de Neymar [de 18 anos] repetiria algo muito legal, principalmente porque ele está merecendo.”

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

Sobre Ronaldinho, o Fenômeno também defendeu a convocação do jogador. “Futebol é momento, e os melhores devem ser convocados. Acredito que ele será chamado. Ele voltou a jogar um grande futebol no Milan… Mas é o Dunga quem convoca. E convocação é sempre complicado.”

Outro motivo de polêmica foi Adriano. O jogador do Flamengo ficou de fora do jogo contra o São Paulo e passa por problemas fora de campo. Ronaldo, porém, afirmou que o Imperador tem a confiança de Dunga. “O Adriano estará na Copa. Ele nunca decepcionou na seleção. Qualquer julgamento [sobre a vida dele] é complicado.”

Dunga anunciará nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, os 23 jogadores que defenderão a seleção brasileira no Mundial. “O Brasil é sempre favorito”, afirmou Ronaldo. “E sempre vai ser favorito em qualquer competição. Eu converso com os jogadores dos outros países, e eles têm o futebol brasileiro como base.”

ADEUS À SELEÇÃO – Ronaldo sabe que não será convocado por Dunga e destacou seu passado vitorioso no Brasil. “A minha história na seleção foi maravilhosa. Fui campeão duas vezes da Copa, e tenho outras conquistas. Só tenho que agradecer e espero ter contribuído com o povo brasileiro”, disse o Fenômeno, já em tom de adeus à seleção.

COMENTARISTA – Fora da lista de Dunga, Ronaldo fechou contrato de um ano com a Claro, rival da Vivo, empresa de telefonia móvel que patrocina a seleção brasileira. O Fenômeno fará comentários dos jogos através do twitter – analisará, inclusive, a convocação desta terça-feira. O endereço para acompanhar os comentários é: twitter.com/ClaroRonaldo.

“Vou comentar e responder o que o público quer saber”, afirmou o jogador. “Quanto ao Twitter, é uma novidade grande. Tenho de aprender a utilizar, pois vai ser a primeira vez. Espero interagir muito e pôr bastante conteúdo. Acredito que os treinos no Corinthians não atrapalharão.” (Fonte: Agência Estado)

Ronaldinho Gaúcho se diz pronto para jogar a Copa do Mundo

A convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo da África do Sul será anunciada pelo técnico Dunga na terça-feira e a grande expectativa é a presença ou não do atacante Ronaldinho Gaúcho. Na Itália, o jogador se porta como quem cumpriu a missão: mostrou, nas suas atuações pelo Milan, que está bem fisicamente, focado e totalmente preparado para mais um Mundial.

“O meu recado eu tenho que dar nos jogos, tenho que demonstrar que estou bem dando o meu melhor nas partidas e depois deixar acontecer”, afirmou o jogador à TV Record, tentando não pressionar Dunga por sua convocação. “Já realizei muitos dos meus sonhos e agora vivo um momento maravilhoso, mas não tem nada garantido”, complementou.

Veja a página de esportes do Abril.com

Dunga já indicou que não deve promover surpresas em relação à equipe que encerrou a disputa das Eliminatórias Sul-americanas e que venceu a Copa das Confederações, em 2009. As chances de Ronaldinho, portanto, são baixas: o jogador não é convocado desde abril de 2009, quando participou de confronto com o Peru, pelas Eliminatórias. Após isso, teve uma conversa com o treinador.

“Depois ele falou que não ia me convocar. Ele disse: ‘não vou te trazer para ficar no banco de reservas. Te prepara aí, vai fazendo o que você tem que fazer. Essa foi a última conversa que a gente teve”, contou o craque, que garante ter seguido o conselho: “Deu tempo para me preparar bem. Estou preparado”. (Fonte: Gazeta Press)

Ronaldinho diz ‘ter certeza’ que irá à Copa do Mundo

20, abril, 2010 3 comentários

Foto: Getty Images

Antes descrente de sua convocação à Copa do Mundo da África do Sul, o meia Ronaldinho Gaúcho, do Milan, mudou totalmente seu discurso nesta terça-feira. Há um ano fora das convocações da seleção brasileira, o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005 afirmou ter a ‘certeza’ de que estará na lista final do técnico Dunga, que será divulgada no próximo dia 11 de maio, e sentenciou que ‘faria falta’ à competição mundial.

“Nesse último período, tive alguns problemas na seleção brasileira e fiquei de fora, mas me parece impossível um Mundial sem Ronaldinho em campo. Aliás, se penso no risco de não participar, fico mal. Por isso digo que honrarei o meu país e, junto com a minha seleção, vencerei”, garantiu o meia do Milan, em entrevista concedida à revista italiana Chi.

Veja a página de esportes do Abril.com
Siga o Twitter de esportes do Abril.com

Unanimidade na seleção brasileira há quatro anos, na Copa da Alemanha, Ronaldinho perdeu prestígio e caiu de rendimento após o fracasso da equipe nacional, que acabou eliminada precocemente nas quartas de final pela França, por 1 a 0. Mas, depois de praticamente três temporadas apagado, inclusive no seu início no Milan, o jogador retomou o bom futebol e tornou-se protagonista na experiente equipe italiana.

Símbolo da recuperação rossonera no Campeonato Italiano, Ronaldinho apareceu novamente como um ‘fantasma’ para Dunga, já que o treinador praticamente havia fechado seu grupo de 23 jogadores para o Mundial, principalmente após a conquista da Copa das Confederações, na própria África do Sul, em 2009.

E agora, como um dos destaques do Milan na temporada, o brasileiro retribuiu parte de seu reencontro com o alto nível ao primeiro-ministro italiano e proprietário da equipe, Sílvio Berlusconi. “Ele é um grande entendedor de futebol. Seus conselhos sempre são úteis, e recebi muitos neste tempo. Espero ter retribuído sua confiança, tanto dentro como fora do campo.” (Gazeta Press)

Neymar ou Ronaldinho? Quem faz mais sombra em Dunga?

10, março, 2010 55 comentários

Neymar vai superar a “sombra Ronaldinho” sob Dunga? Ilustração: Dalton Soares/Abril.com

A história é sempre a mesma. Ano de Copa do Mundo, todo mundo quer dar palpites na escalação da seleção brasileira. Em 2010, a grande questão tem sido a convocação ou não de Ronaldinho Gaúcho. Dunga já cansou de ouvir perguntas sobre o tema de jornalistas do mundo inteiro, mas não sabe que a situação pode piorar ainda mais. Tudo por causa de um garoto de 18 anos: Neymar.

O santista vem fazendo jogos excelentes no Campeonato Paulista. São oito gols, a vice-artilharia da competição e jogadas que fazem os adeptos do futebol bonito saírem da cadeira para ver o lance mais de perto. A pergunta que fica vendo o garoto jogar é: será que a sombra de Neymar sob Dunga será maior que a de Ronaldinho Gaúcho?

Veja a página de esportes do Abril.com
Siga o Twitter de esportes do Abril.com

A primeira pergunta sobre Neymar para Dunga aconteceu recentemente. Com uma resposta seca e convicta, o técnico disse que só pretende dar chance para alguém que nunca foi convocado se for o novo Pelé.

Convenhamos que esta tarefa será um pouco difícil para ser cumprida, pelo menos por enquanto, mas o craque pode levar vantagem em alguns pontos para ter a primeira Copa do Mundo no currículo já agora. Há também aqueles pontos que jogam contra a ‘promessa’ brasileira.

Por que levar Neymar e deixar Ronaldinho na Itália?

1- O argumento daqueles que falam que Neymar é muito novo para ter uma chance na África do Sul cai assim que você estuda a história do Brasil nas Copas. Temos uma tradição de levar caçulas que são ótimos jogadores: Pelé, em 1958, Ronaldo, em 1994, e Kaká, em 2002, são alguns dos exemplos.

2- Neymar vem sendo o destaque no futebol nacional. Consegue unir agilidade, objetividade e habilidade em uma jogada. Pode resolver o jogo em um minuto, em um lance. Já imaginou Neymar contra os norte-coreanos? Já Gaúcho está irregular. Melhorou bastante em relação ao ano passado, mas está longe do que vimos no Barcelona, por exemplo.

3- O santista não enfrenta problemas com badalação, bebida e mulheres. Pelo menos por enquanto. Então o trauma de 2006 que acabou com uma geração não deve afetar o garoto. Dunga pode ficar tranquilo em relação a comportamento. Já Ronaldinho é uma incógnita. Recentemente, teve seu nome vinculado em festa antes do clássico na Itália.

Calma, fica para depois, Neymar! Vem Ronaldinho.

1- Ele é muito novo. Poderia ser o grande caçula da seleção, mas vai sentir a pressão de uma Copa do Mundo. Nunca jogou em uma competição internacional no profissional, só na categoria de base. A precipitação pode acabar queimando o jovem. Já Ronaldinho Gaúcho tem experiência de sobra em clubes e na seleção.

2- Ronaldinho Gaúcho tem uma bola parada verdadeiramente fenomenal. Qualquer falta que ronde a grande área pode ser decisiva. Em um time que tenha uma marcação muito forte, as cobranças de falta podem definir uma vitória. Sem contar que ele tem a chance de colocar a bola onde ele quiser em uma jogada aérea.

3- Já foi eleito duas vezes o melhor do mundo, em 2004 e 2005. Foi também escolhido como o melhor jogador da década entre 2000 e 2009. Os adversários respeitam só de olhar. Sem contar que joga na Europa, onde a maioria dos oponentes da Copa estão. Já jogou várias vezes na atual seleção e o entrosamento seria muito mais fácil. Neymar conhece alguns dos ídolos só pela televisão e pode ter dificuldades para se adaptar na seleção.

Você é o técnico:

E o que você faria? Levaria Neymar? Levaria Ronaldinho Gaúcho? Ou deixaria os dois em casa? Dê uma de técnico e fale quem merece a vaga no time de Dunga.

Empresário diz que Ronaldinho está pronto para servir a pátria


(Foto: Getty Images)

Em meio à grande expectativa pela convocação final de Dunga para a Copa do Mundo de 2010, o irmão e empresário de Ronaldinho Gaúcho deu sua opinião a respeito da presença ou não do meio-campista na África do Sul. Segundo Assis, o jogador está motivado e aguardando uma nova chance de servir a seleção.

“Estou acompanhando o trabalho do Ronaldo em campo. Ele está aguardando uma convocação e pronto para servir sua pátria. Todo atleta deste nível está sempre com a cabeça voltada para a sua seleção. Ele já declarou inúmeras vezes esse desejo”, disse Assis, em entrevista ao Sportv, na noite deste domingo.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

A se basear pelas mais recentes declarações de Dunga, no entanto, o meia do Milan parece distante de retornar à seleção – a última partida de Ronaldinho pela equipe verde-amarela foi em 1 de abril do ano passado, na vitória por 3 a 0 sobre o Peru, em jogo válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Para Assis, porém, o momento de seu irmão na Itália mantém a esperança pela convocação. “Nas últimas 20 partidas do Milan, ele tem desenvolvido um belíssimo trabalho. Depois das Olimpíadas (de 2008), ele teve tempo para trabalhar. Jogar bem no Milan é o caminho para chegar à seleção”, justificou o ex-atleta.

Nesta quarta-feira, Ronaldinho tem uma ótima chance para tentar convencer Dunga de que merece uma vaga. O Milan enfrenta o Manchester United na Inglaterra precisando de uma vitória para avançar às quartas de final da Copa dos Campeões. No jogo de ida, o time italiano foi batido em casa por 3 a 2.

Jogadores desconversam sobre possível volta de Ronaldinho

1, março, 2010 8 comentários


(Foto: Divulgação/CBFnews)

Principal ‘fantasma’ para Dunga às vésperas da Copa do Mundo da África do Sul, Ronaldinho Gaúcho não está em Londres com o grupo da seleção brasileira que enfrentará a Irlanda, nesta terça, no Emirates Stadium, mas sua presença ‘espiritual’ causou certo desconforto entre os jogadores.

Questionados sobre a possibilidade do retorno ao grupo do meia-atacante do Milan, que no domingo fez mais uma partida exuberante e, mesmo perdendo um pênalti, foi decisivo para a vitória por 3 a 1 sobre o Atalanta, os atletas procuraram desconversar.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

“O Ronaldinho é um ótimo jogador, mas eu tenho é que me focar no meu trabalho. Esse é um problema para o Dunga resolver”, sintetizou Elano, que chegou machucado a Londres e não tem presença assegurada entre os titulares no Emirates Stadium.

O flamenguista Kléberson não fugiu muito à linha adotada pelo jogador do Galatasaray. “O Ronaldinho tem grandes amigos na seleção, mas só penso no meu futebol. O importante é que ele está feliz no Milan e procurando seu espaço”. (Fonte: Gazeta Press)

Roberto Carlos diz que precisa trabalhar muito para ir à Copa

11, fevereiro, 2010 1 comentário


Foto: Gazeta Press

Pentacampeão com a seleção brasileira no ano de 2002, Roberto Carlos deixou a seleção brasileira após o fracasso do Mundial de 2006, quando a equipe canarinho caiu nas quartas de final diante da França. Um dos líderes daquela equipe eliminada pelos Bleus, ao lado de Ronaldo, o ala previu que a dupla, ao lado de Ronaldinho Gaúcho, do Milan (Itália), terá que trabalhar muito e atingir o auge da forma para conquistar um lugar no elenco para a Copa do Mundo da África do Sul.

“Eu, Ronaldo e Ronaldinho fizemos uma história na seleção brasileira e não saímos por causa do grupo. Passaram uma imagem de desorganizados, pois tivemos dificuldades na preparação e tiveram a impressão de que não tínhamos mais vontade de estar lá. Agora, temos que trabalhar muito para voltar”, afirmou Roberto Carlos, respondendo ao discurso de Dunga, que criticou abertamente nesta terça-feira a seleção de quatro anos atrás.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com
Leia outras notícias sobre futebol no site da Placar

Defensora o título mundial em 2006, a seleção brasileira chegou à Alemanha com a pinta de equipe imbatível. No entanto, a preparação dos atletas deixou a desejar, especialmente pela liberdade aos torcedores em Weggis, pequena cidade suíça escolhida pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para abrigar a fase final de treinamentos antes do Mundial. Um dos casos mais famosos acabou sendo a torcedora que invadiu o gramado e agarrou Ronaldinho Gaúcho.

As ‘baladas’ dos atletas também foi apontada como um fator decisivo na eliminação brasileira. Ainda em território suíço, jogadores da seleção foram flagrados em uma boate. A ‘escapada’ foi defendida imediatamente por Roberto Carlos. “Não foi nada disso, quando nos fotografaram, estávamos de folga. O Parreira tinha nos dado uma folga.”

Depois de mostrar-se conformado por deixar a seleção brasileira, Roberto Carlos manifestou novamente o desejo de defender a Amarelinha. “Na época da convocação, quando chegava o fax da CBF, eu ficava perdido de tanta alegria. Porém, tenho que jogar muito no Corinthians. Primeiro é aqui, representar meu rime da melhor forma. Se surgir a chance de voltar, estarei disposto”, garantiu, antes de elogiar o trabalho de Dunga à frente do time.

“A seleção vive um momento maravilhoso, não está acontecendo aquele momento de pedir algum jogador para entrar, como sempre acontece nas vésperas de Copa com aquele apelo popular por alguém. Além disso, devemos lembrar que o Dunga é o chefe, quem manda e tem o direito de fazer o que quiser”, completou o lateral esquerdo do Corinthians.

Ronaldinho Gaúcho se distancia do sonho de ir à Copa

9, fevereiro, 2010 25 comentários


(Ronaldinho está cada vez mais longe da Copa de 2010 – foto: Reuters)

Dunga jamais poderá ser acusado de incoerência no comando da seleção brasileira. Só que essa postura do treinador está custando caro a um dos maiores ídolos deste século do futebol brasileiro. Ronaldinho Gaúcho, que atualmente joga pelo Milan, tem cada vez menos tempo para convencer que merece um lugar na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com
Acompanhe o noticiário de Esportes pelo Twitter do Abril.com
Veja a lista de convocados para o amistoso contra a Irlanda

Nem os bons momentos que viveu no Milan desde o início do ano fizeram Dunga mudar de ideia. Afastado da seleção desde abril de 2009, Ronaldinho vem perdendo feio a disputa por vaga no meio-de-campo e no ataque e, pela convocação que Dunga fez nesta terça-feira para o amistoso contra a Irlanda, dificilmente conseguirá beliscar um lugar.

Os meias-atacantes preferidos de Dunga são Kaká, que é um titular indiscutível, e Júlio Baptista. O ex-são-paulino não vive boa fase na Roma e é um dos nomes contestados, mas sempre foi bem na seleção. E para o treinador, a atuação de Júlio Baptista no título da Copa América de 2007 é inesquecível.

Ainda na armação de jogadas, Dunga também recorreu a dois nomes de confiança. O primeiro é Elano, titular praticamente desde que assumiu o comando do time canarinho. O segundo é Ramires, que está mal no Benfica. O ex-cruzeirense, porém, foi um dos grandes destaques no título da Copa das Confederações de 2009 e ainda tem a vantagem de poder atuar como volante.

No complemento do meio-de-campo, também só jogadores que ganharam a confiança de Dunga ao longo desses mais de três anos. Josué fazia parte do trio de marcação do meio na Copa América de 2007, enquanto Felipe Melo começou a ganhar moral justamente quando Ronaldinho caiu de produção. Desde fevereiro do ano passado se firmou e, mesmo com as críticas que vem recebendo na Juventus, é um dos nomes de confiança do “professor”.
Kléberson começou a ganhar moral com o treinador no ano passado. Sofreu com uma lesão no amistoso contra a Estônia, mas está de volta, graças às boas atuações no Flamengo e à experiência de Copa do Mundo adquirida em 2002.


No ataque, a situação também está ruim para Ronaldinho. Luís Fabiano e Robinho são nomes indiscutíveis não só no grupo, como no time titular. Foram eles que carregaram o ataque da seleção a uma memorável campanha nas eliminatórias para a Copa do Mundo.

Completando os jogadores de frente, Adriano, pelo diferencial do vigor físico e das jogadas aéreas, garantiu seu lugar. Sobrou para Ronaldinho brigar com Nilmar.

Só que o ex-colorado, mesmo sem brilhar no Villarreal, foi bem na seleção quando foi chamado para substituir Robinho. Fez gols nos jogos derradeiros da seleção e nos últimos amistosos do ano passado, contra Inglaterra e Omã. Além disso, é uma opção de jogador com velocidade e com presença de área.

DEFESA

A retaguarda da convocação de Dunga tem uma grande dúvida só no lado esquerdo. Michel Bastos, do Lyon, parece ser o preferido da vez. Gilberto voltou à mira do treinador, depois de ver que André Santos e Kléber não agradaram no fim do ano passado. Já no lado direito, Maicon e Daniel Alves são indiscutíveis.

Entre os zagueiros, Lúcio e Juan são os titulares, enquanto Luisão é a terceira opção. Para completar a convocação, Thiago Silva está na frente. E isso se deve à experiência internacional adquirida pelo ex-jogador do Fluminense, atualmente no Milan. Desde que virou titular na Itália, passou a ganhar a preferência em relação a Miranda, do São Paulo.

No gol, a disputa está apenas pela reserva de Júlio César, considerado um dos melhores do mundo. O seu substituto seria Doni, da Roma, um dos nomes mais contestados, mas que virou de confiança. O terceiro da lista ficará entre Gomes, do Tottenham, e Victor, do Grêmio.

Ronaldinho Gaúcho: onde sobra vaga para ele na seleção?

21, janeiro, 2010 46 comentários

Ronaldinho Gaúcho ainda não é o mesmo dos tempos de Barcelona. Mas pelo futebol que vem apresentando recentemente no Milan já merece voltar à seleção brasileira. Principalmente se for comparado com aquelas que seria as prováveis opções de Dunga atualmente. Afinal, foram dois gols contra a Juventus e, no último fim de semana, três contra o Siena que o colocaram como principal artilheiro do certame.

Leia mais notícias de Esportes no Abril.com

Mas a questão principal é: onde Ronaldinho se encaixaria, e de quem o pentacampeão mundial poderia roubar uma vaga para vestir a camisa canarinho no Mundial da África do Sul? Por isso, o Abril.com listou algumas das possibilidades que poderiam colocar Ronaldinho entre os 23 convocados para a Copa, desde que, é claro, continue a brilhar pelos campos da Itália.

Lateral-esquerda

Essa posição é uma das grandes incógnitas, e nem Dunga sabe, ao certo quem levar. Até meados de 2009, Kléber era o preferido. Depois, veio André Santos. Hoje, Michel Bastos já aparece como grande candidato à vaga de titular e tem a concorrência de Marcelo, enquanto Filipe Luís e Fábio Aurélio correm por fora. Como até o destro Daniel Alves já foi testado na posição, é possível que o treinador abra mão de um segundo lateral-esquerdo. E nesse caso levaria para a África do Sul uma convocação mais ofensiva, na qual, possivelmente, Ronaldinho Gaúcho integrar.

Volante
Os nomes praticamente certos são Gilberto Silva, Felipe Melo e Josué. Fica faltando uma vaga, que ultimamente foi ocupada por Lucas. No entanto, Kléberson e Ramires, que sempre foram utilizados como terceiro homem de meio-de-campo, também sabem jogar na posição. Portanto, pode ser uma brecha a ser aproveitada por Ronaldinho, já que, em caso de necessidade, o treinador poderia utilizar até Elano no setor. Vai que Dunga resolva abdicar de seus “cães-de-guarda”, e o meia-atacante do Milan estará pronto para beliscar uma das 23 camisas.

Meia-atacante 1
Elano será o provável titular de Dunga. É bom na bola parada e dá a consistência necessária ao setor, com boa presença no ataque e participação defensiva. Para a reserva, ainda há dúvidas. Tudo indicava que Ramires era o favorito, até para a titularidade. Mas o atual jogador do Benfica caiu de produção. Kléberson também já foi chamado para a vaga, mas uma contusão o distanciou da seleção. Como Daniel Alves, o curinga da equipe, já foi testado, e se deu bem, na posição, é possível que uma vaga se abra nessa posição.

Meia-atacante 2
Nesse setor, que é a posição de origem de Ronaldinho, as possibilidades são grandes. Kaká é, indiscutivelmente, o titular. Mas o reserva dele é Júlio Baptista, que não vive boa fase na Roma, onde nem sempre é titular, apesar de já ter despertado interesse da Inter de Milão. Pesa a favor do ex-são-paulino o fato de ser um jogador com grandes atuações com a camisa da seleção brasileira, além de ter grande vigor físico e obediência tática. De qualquer forma, é mais um buraco que está aberto para que Ronaldinho se encaixe.

Atacante
Luís Fabiano e Robinho foram até hoje os nomes preferidos de Dunga para a dupla de frente. Adriano, pelo porte físico e pela facilidade na jogada aérea, é o provável terceiro nome. A quarta vaga ofensiva tem Nilmar como favorito, principalmente por causa das recentes boas atuações pela seleção. Mas um detalhe preocupa o treinador: a má fase de Robinho no Manchester City. Nesse caso, o jogador que tem estilo mais parecido com o do ex-santista é justamente Ronaldinho Gaúcho. E é exatamente nessa posição que ele vem atuando pelo Milan, e onde vem fazendo sucesso.